0

Ser pioneiro (a)

Como é ser uma pioneira nos nossos tempos? Não é nada fácil, passamos pelo mesmo que os primeiros pioneiros. De repente, você é a única pessoa da sua família que professa uma fé diferente dos demais familiares e bate um medo de ser excluído, talvez porque aceitamos ser excluídos de quase tudo, menos do seio familiar, Aqueles olhares desconfiados e intrigas, tudo isso desgasta nossa fé, nos desanima. Eu não quero isso pra mim e já nem sinto meu fardo tão pesado assim.

Tenho sido muito abençoada e às vezes isso me preocupa, tantos sonhos que estão se realizando e me sinto mal ao pensar em coisas supérfluas, só não posso desviar-me do plano do Senhor pra mim. Tenho tentado chorar porque meu coração sofre ainda uma dor antiga, mas sinto que se é desnecessário. Não posso temer, nem desanimar, há muitos anos atrás, homens e mulheres deixaram tudo por uma causa, seus esforços não foram em vão e o quanto os amo por isso, por não terem desistido, por permitirem que a causa continuasse.

Grandes são os planos do Pai para seu povo, se permanecermos fieis não haverá dor ou aflição capaz de tirar nosso galardão e regojizo, os motivos ´para se sorrir vêm tão logo a dor se manifeste porque o Consolador está ali. E se tenho alguma dúvida, respiro fundo e fecho os olhos e vejo meu Salvador, seu amor e tudo o que já passei. Não há tormenta capaz de me derrubar agora, a luta está difícil, mas eu também estou mais forte.

Em nome de Jesus Cristo.

Amém.

Anúncios
0

Águas passadas…

Confesso, eu ADORO o Instituto, e olha que faz pouco tempo que eu frequento as aulas… eu estava com uns probleminhas, na verdade, eu estava buscando umas respostas para algumas coisas que estavam acontecendo comigo…

Na aula de Velho Testamento, foi revisão,ah, perfeito! Lá, o professor revisou os livros de Samuel e o que me tocou foi justamente ‘ o homem atenta para a aparência, mas o Senhor olha o coração”. E me perguntei: será que não estou julgando pelas aparências? Eu queria poder ver o coração de algumas pessoas e saber se estou enganada… tive a forte impressão de que as coisas não tinham acabado  e nem vão acabar tão cedo e que eu não preciso me angustiar com isso. Estava  magoada, sentimentos com os quais eu não sei lidar muito bem. O que podia fazer?? OLHAR PARA O CORAÇÃO.

Bom, anotei umas coisas bem legais . Primeiro, acho incrível como as pessoas não conseguem ficar firmes ‘quando estão na prosperidade, sei lá, eu não entendo como isso pode acontecer porque é quando estamos bem que podemos ver a mão do Senhor a nos guiar e cuidar, mais que em qualquer momento, é tão óbvio… É arriscar a desobediência dolosa mesmo, fazer o errando sabendo, como pode???

Guardar os mandamentos, esta foi a frase que mais tinha aprendido na semana, tudo que estudava se remetia a obedecer os mandamentos. A aula começou com um provérbio ÁGUAS  PASSADAS  NÃO  MOVEM  MOINHOS, a gente disse que poderia sim, mas no que se refere a bons exemplos, e o professor veio com uma passagem de Paulo  O HOMEM QUE LANÇA  MÃO DO ARADO E OLHA  PARA TRÁS, NÃO É  DIGNO  DE  SEU FUTURO. Claro que isso entrou em contradição com o que falamos, o que tornou a aula interessante, eu fiquei muito intrigada com isso, mas ele disse que quando conhecemos o evangelho devemos ter cuidado com as águas que vêm lá de cima e que podem danificar nosso moinho, de fato isso é verdade, e outra coisa também, que ele finalizou a aula dizendo que nosso passado não move o futuro desde que nos arrependamos no presente, EIS A EXPLICAÇÃO!!! Ah, foi maravilhoso, eu fiquei pensando naquilo. Outra coisa que ele disse foi justamente que  cada um de nós cria a Igreja em nosso coração e juntos, compartilhamos estes princípios… foi perfeito?? Claro que sim, sem palavras para definir tudo isso. Então, eu não poderia simplesmente abrir mão de nutrir a Igreja que está crescendo no meu coração pelas aparências, é como olhar para dentro da água, o peixinho nunca está aonde aparenta estar…é preciso perdoar e olhar para frente e ser dignos de nosso futuro não se importando tanto com as preocupações do mundo, mas sim, as eternas, porque, ao fim, são elas que realmente contarão. Em nome de Jesus Cristo. Amém.

2

O Amor do Salvador

“Às vezes, com a correria do dia-a-dia a gente nem percebe certas coisas  como o imenso amor do Pai por nós. São dias em que a gente acorda se sentindo bem e vendo as coisas diferentes do normal, como se tivessem passado um para-brisa na nossa visão e a gente pode realmente se sentir leve, diferente dos dias normais…como nos dias de domingo. Eu adoro os domingos porque eles não são como os dias normais, eles são especiais, são divinos e hoje eu me senti assim. E os problemas se tornaram mínimos e as bençãos bem maiores. É boa esta sensação de que o Pai Celeste está ali olhando por nós, ninguém pode tirar esta certeza de nós. Que o Filho nos protege e redime e que o Espírito Santo nos consola basta estarmos atentos e perceberemos. A semana nem terminou, mas ela simplesmente foi tão abençoada que parei pra pensar sobre tudo o que me aconteceu de bom e só tenho o que agradecer pela oportunidade de perceber isso todos os dias e hoje especialmente não sei nem o porquê. E se hoje, você se sente esquisito, como se não pertencesse a este mundo e ps problemas parecerem tão gigantes que você chega a pensar que é um nada, pense Sol, às vezes, a noite chega para só então darmos valor a ele a cada amanhecer, mas mesmo assim, a Lua ilumina a escuridão. E por mais que a tempestade possa te deixar trancado na cabana, com frio e com medo, olhe pela janela e verás o Filho na chuva, esperando que você abra a porta para que Ele possa entrar, Ele estará com frio, afinal,não fora percebido ali, mas ao invés de brigar e “jogar” na cara, Ele vai cuidar de ti porque Te ama, porque deu Sua preciosa vida para que você pudesse ter uma nova chance, então, sorria, não há aflição que seja maior que o amor dEle por todo nós.”